O sol vinha descalço, de Eduardo Rosal

  
R$ 32,00
  • Frete grátis
Obra vencedora do Prêmio Maraã de Poesia 2015.

O poema de Eduardo Rosal, aqui em O sol vinha descalço,  fez a opção da verticalidade. Com isso eliminou ou reduziu a distância que separa poetar e pensar, e gerou novos espaços nos quais os objetos podem tornar-se sujeitos, como que inesperadamente. Descoisificar, ou transcoisificar, se apresenta como indicação prioritária da tensa e intensa poética. E tudo sob os auspícios do “o sal-sol do mundo”. Mas o poeta evitou sabiamente calçar ou permeabilizar o sol. Quis simplesmente compreender porque “vinha descalço”, e se deixava tensionar entre “abismo e ponte”.

Editora Reformatório oferecido por:
Editora Reformatório
6 42%

Também gostou? Então compartilha!