Japamala Pulseira Activation DIOPSÍDIO & Quartzo 27 Contas

  
Fora de estoque
Japamala Pulseira Activation DIOPSÍDIO & Quartzo 27 Contas

Japamala 27 contas confeccionada artesanalmente com diopsídio cromo e quartzo transparente. Pedras naturais e genuínas de aproximadamente 8mm .
Merú especial em quartzo com base lótus. Tassel em diopsídio cromo. Metais de liga tibetana e banhados a prata 1-5 mícron.

Veste pulsos de até 17cm.

Peça única não pode ser alterada para diferentes tamanhos de pulso.

Montagem artesanal e delicada devido as pedras que utilizamos. Sugerimos cuidado e delicadeza ao vestir e retirá-lo do pulso afim de manter a vida útil de seu cordão por longo tempo.


Gemas preciosas, entendendo o conceito:

Quando mineradas, as rochas que possuem veios do "mineral alvo", no caso as gemas preciosas, são extraídas como um bloco, bem maior do que a da gema bruta que repousa em seu interior. Isto é feito para que não haja perigo de danificar a gema.

Imagine então a rocha como um ovo. Isso mesmo, um ovo... Que possui casca, clara e gema...

Pois bem. A gema nada mais é do que a parte da rocha que possui o "mineral alvo" mais puro e próprio para o corte e lapidação, afim de torná-lo uma caríssima e bela jóia.

Então, o que ocorre com as demais partes da rocha?

Estas partes, por conterem o mineral alvo com "impurezas", fraturas ou inclusões dentre outros pormenores que o impeçam de tornar-se uma "jóia pura" são aproveitados em jóias ou semi-jóias de menor valor através da manipulação das pedras para que se tornem contas de diversos formatos, pedras roladas ou cascalhos, muito utilizados em artesanatos e na fabricação de semi-jóias.


Além de utilizada para a prática de recitação dos mantras, confere a seu portador o benéfico e energético poder das pedras e dos elementos.

DIOPSÍDIO CROMO

Como uma pedra preciosa menos conhecida, o diopsídio ainda não ganhou fama. Nos tempos antigos, algumas pessoas acreditavam que o diopsídio cromo havia caído da árvore da vida e, portanto, os mortos deveriam ser sepultados com a pedra para garantir a renovação da vida. Em algumas culturas, foi associado à paz e à tranquilidade e colocava-se a testa antes do descanso, a fim de garantir bons sonhos. Acredita-se que proteja de todas as más lembranças.

O nome diopsídio deriva das palavras gregas 'di' e 'opsis', que significam 'dois' e 'visão'. Devido à origem do seu nome, ganhou a reputação de ser uma pedra de visualização, que é usada para aumentar a visão criativa, bem como promover a consciência. Pensa-se que seja capaz de melhorar o intelecto, principalmente a capacidade matemática, analítica e estatística. Além disso, pode aliviar a agressividade e a teimosia, ao mesmo tempo que aumenta as emoções de amor e compromisso. Fisicamente, acredita-se que a ajude a curar algumas doenças e distúrbios crônicos, incluindo problemas no coração, nos pulmões e no sistema circulatório.
Arya Japamalas oferecido por:
Arya Japamalas
--

Também gostou? Então compartilha!